“Estranha beleza” homenageia Alberto da Cunha Melo

0

Lançamento da “Estranha Beleza: Antologia Brasileira da Retranca”

Há diversas formas fixas utilizadas por poetas do mundo todo. As que têm redondilhas e decassílabos por base são as mais populares. Entretanto, a única criada por um autor de língua portuguesa é a Retranca. O criador dessa nova forma fixa foi o pernambucano Alberto da Cunha Melo. Percebendo a potência e a popularidade da Retranca entre poetas brasileiros, o escritor e editor Gustavo Felicíssimo, com total apoio e participação na organização de Cláudia Cordeiro da Cunha Melo, viúva de Alberto, resolveu mapear a produção poética da nova forma fixa no Brasil e se surpreendeu ao conseguir poemas de 35 poetas brasileiros, de todos os cantos do país, inseridos agora no livro “Estranha Beleza: Antologia Brasileira da Retranca”, que foi lançado no sábado, dia 27 de outubro, véspera de eleições, sob o selo da editora baiana Mondrongo, no Recife, na Casa Cultural Villa Ritinha, situada na Rua da Soledade, 35, no bairro da Boa Vista.

O evento aconteceu das 16 às 20 horas, e contou com a participação de diversos poetas antologiados e convidados. Também amigos e admiradores de Alberto da Cunha Melo estarão presentes nesse dia que, em verdade, é uma celebração de sua obra e memória também.

Mais informações / entrevistas
Gustavo Felicíssimo: 73-98842-2793 (Organizador e editor)
Cláudia Cordeiro da Cunha Melo: 81-99625-5104 (Organizadora)

Vendas pelo site da Editora Mondrongo.
Clique aqui!

Compartilhar.

Powered by themekiller.com