Premonição – Edição em homenagem ao Congresso lnternacional de Literatura, Cultura e Resistência – UNIR/UNEMAT

0

PREMONIÇÃO

Por uma longa, longa época,
em certo país ensolarado,
as pessoas viviam trancadas,
atrás das grades, vidradas de terror.
Enquanto isso, pequenos e grandes demônios
caminhavam pelas ruas, massacrando
os que ousavam sair,
para comprar sabão e comida.
As igrejas e as escolas,
fechadas há muito tempo,
privavam de fé e conhecimento
as novas gerações.
Os governantes desistiram de governar
e ninguém quis sentar nos seus tronos, vazios,
nem mesmo os vencedores, os demônios,
que preferiram desfilar com suas corjas,
cheias de estandartes e molhadas de sangue.
Dessa época ficaram muitos códices e fotos,
que não foram levados em consideração.
A desgraça quando chega a terríveis alturas
vira mito nos livros e satânicas lendas
para assustar as crianças.
Ai de quem viveu naquele tempo
de tão sórdida provação.
Uma tarde, os demônios resolveram partir
por vontade própria,
e as grades foram entulhadas nos pantanais.
Certa noite, todos os animais em desespero
jogam-se nas paredes, nos troncos,
partem cordas, coleiras, cabrestos e lutam para desaparecer.
O que eles pressentiram
ninguém desejou saber.

Alberto da Cunha Melo

No livro “Crônicas de Além Bar & Outras Prosas”. POESIA, Record, 2017, p. 628.

19h do dia 21 de maio de 2020. CONGRESSO INTERNACIONAL DE LITERATURA, CULTURA E RESISTÊNCIA-CILCER – UNIR/UNEMAT Josimeire da Mata, José Flávio da Paz, José Eduardo Martins e todos os amigos participantes dos 11 países, dos 16 estados brasileiros; 08 países e 02 continentes. E as 100 pessoas que lotaram a sala da conferência no Google Meet durante a minha palestra “Estranha beleza: do verso medido à crônica da eternidade”.

Agradecimento especial a Matheus Cartaxo, um leitor especial de Alberto da Cunha Melo, que me alertou para precisão deste poema, escrito por Alberto no último ano de sua vida, 2017. 

http://www.albertocmelo.com.br/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Alberto_da_Cunha_Melo

https://www.facebook.com/albertodacunhamelopoeta

https://www.facebook.com/clau.cord/

https://twitter.com/PPoesia

https://www.facebook.com/search/top/?q=plataforma%20para%20a%20poesia

 

Compartilhar.

Powered by themekiller.com